Especiais

Em 30/06/2015 | 15:30h

Xioami chega ao Brasil com produtos a partir de R$ 95

Xioami chega ao Brasil com produtos a partir de R$ 95


A Xioami iniciou hoje, oficialmente, suas operações no Brasil apresentando alguns dos seus melhores produtos e, revelando quais as estratégias serão utilizadas para conquistar o mercado nacional. O evento, realizado hoje em São Paulo, foi aberto para a imprensa e admiradores da marca.

A companhia chinesa, que é uma das maiores fabricantes do mundo – mesmo não estando em todos os mercados –, informou que o primeiro aparelho que será comercializado no Brasil será o Redmi 2, ou seja, disputará espaço com rivais da categoria intermediária pelo valor de R$ 500.

Para se destacar no mercado, o aparelho tem como diferencial o tamanho da tela que é de 4,7 polegadas com resolução HD, além de possuir entrada para dois chips que suporta a conexão 4G em ambos os espaços ao mesmo tempo; sendo uma novidade para o mercado brasileiro.

Segundo a Xiaomi, seus produtos são conhecidos mundialmente pela customização do Android com detalhes de iOS, que originou o sistema MIUI. O programa também é chamado de “sistema operacional vivo”, uma vez que recebe atualizações semanais.

A empresa ressaltou ainda que manterá sua principal forma de comercialização, ou seja, será distribuído pelo próprio site da companhia, oferecendo ofertas relâmpagos – como é comum em outros países.

Em relação à produção, a Xiaomi declarou que a Foxconn de Jundiaí está sendo responsável pela fabricação; porém, os primeiros aparelhos ainda estão na linha de produção e, por este motivo, foi importado um pequeno lote para atender o mercado interno.

O inicio das operações acontecerá na próxima terça (7), contudo, os interessados devem se cadastrar no site para ter acesso aos produtos disponíveis, já que alguns são importados e não tem uma grande quantidade no estoque.
Além do smartphone, a Xiaomi apresentou a pulseira inteligente destinada ao monitoramento da atividade física e cotidiana, a Mi Ban, e o Mi Power Bank; uma bateria externa de 10.400 mAh que pode carregar até três vezes o Redmi 2.

A pulseira é a prova ‘água e pode ser utilizada junto com o aparelho celular, no qual é possível desbloquear através da autenticação do usuário, sem precisar inserir senha. O smartwatches será vendido por R$ 95 e sua bateria dura aproximadamente 30 dias.

(Nathália Martins)

Comentários

Para comentar é preciso se identificar:
esqueci a senha | cadastre-se já!

Ainda não há comentários sobre este post.

Ou identifique-se abaixo, no Facebook.
 

Mais Lidas

Mercado 22/01/2013 17:40h

Microsoft pode investir US$3 bi para fechar capital da Dell

A Microsoft estuda investir entre US$1 a US$3 bilhões para o fechamento de capital da fabricante Dell, de acordo com o

Negócios 30/01/2013 15:24h

TIM e Itaú se unem para pagamentos móveis

A TIM informou nesta quarta (30) que está iniciando testes em parceria com o Banco Itaú para a implementação de uma

Telecom 16/01/2013 16:48h

Telefônica Vivo sofre instabilidade de telefonia móvel em SP, SC, PR e RS

A Telefônica Vivo comunicou através de uma nota nesta quarta (16) que o serviço de telefonia móvel da companhia pass

RSS Enviar por email Twitter Facebook

© 2013 Corpbusiness Ltda. Todos os direitos reservados
Agencia Pulse